Monthly Archives: July 2009

O corretivo certo

Existem tantos milhões de tipos de corretivos por ai que a gente até fica confusa. Eu, pelo menos, achava que era uma questão de preferência, cada um se adapta melhor a algum tipo, por achar mais fácil ou mais prático na hora de aplicar. Mas acontece que não é bem assim.

A verdade é que a pele dos nossos olhos é 15 vezes mais fina do que a pele do resto do rosto, e é por isso que precisamos ter um cuidado super especial com ela. É por isso também que usamos um demaquilante pro rosto, e um especial pros olhos. Para essa região geralmente os demaquilantes são mais oleosos, para que a remoção dos resíduos seja mais fácil e você não precise esfregar a pele com força e machucá-la.

Como vocês podem perceber a área logo abaixo dos nossos olhos escurece facilmente e nos deixa com cara de quem saiu da night direto pro trabalho, né? Isso acontece porque a região das olheiras é cheia de vazinhos que sob algumas circunstâncias acabam se rompendo ou congestionando, provocando um escurecimento da pele. Por isso, é muito importante utilizar nessa área cosméticos que não apenas corrijam superficialmente, mas que também contenham nutrientes e vitaminas que tratem a pele, penetrando em sua segunda camada: a derme. Além disso, é preferível o uso corretivos bem fluidos nessa região, que não bloqueiem a pele, impedindo-a de respirar e ajudando no congestionamento  das olheiras.

Ou seja: se você tem problemas com olheiras fiquem longe de corretivos em pó ou cremosos muito consistentes, deixe esse tipo de corretivo para cobrir imperfeições em outras regiões do rosto.

Outro motivo pra preferir os fluidos é que a região dos olhos está em constante movimento, e o pó e os cremes consistentes tendem a se acumular nas dobrinhas em volta dos olhos, e na pior das hipóteses craquelar, estragando a sua make.

E uma dica esperta amigas: aqueles corretivos de canetinha, que a gente muitas vezes compra achando que é apenas mais um tipo de corretivo, não é ideal para a correção de olheiras, mas sim para disfarçar as rugas de expressão, ou marcas na pele. Vocês podem perceber que normalmente eles tem um efeito iluminador que é ideal para preencher de luz essa imprefeições, mas que se colocado nas olheiras, acabam tendo o efeito contrário, e chamando ainda mais atenção pra essa área.

Aqui embaixo algumas opções de corretivos líquidos, para todos os gostos, bolsos e rostos! 🙂

corretivos


1- Lancôme Corretivo Effacernes Longue Tenue – R$ 145,00.

2- Corretivo líquido contém 1 G – R$ 39,00.

3- Corretivo Tracta Ômega 3 – R$ 15,00.

4- Natura Diversa Corretivo Extremo Conforto FPS 15– R$ 23,50

5- Dior Corretivo Diorskin Sculpt Anticerne – R$ 149,00

Beijos queridas!

Isabela

Advertisements

14 Comments

Filed under Corretivo

See Ya

American_Airlines_767

Gente, estou indo viajar hoje, então é provável que minha ausência seja ainda maior aqui no blog. Vou tentar postar de lá, pelo menos para contar as novidades, mas não posso garantir. De qualquer forma, volto dia 18 cheia de informação e coisas pra contar!!

Isabela vai tomar conta do blog diretinho que eu sei! 😉

=*

Tania

1 Comment

Filed under Uncategorized

Viagem: Montando a Nécessaire

Ontem comecei a arrumar a minha mala pra viagem e me encontrei em um grande dilema: o que levar? Meu foco neste post é sobre maquiagem (é claro!), então vou contar a vocês como fiz para montar a minha nécessaire de viagem.

Vou ficar 17 dias fora. É importante sempre levar em consideração o tempo que você vai ficar fora de casa antes de montar a sua nécessaire.

Na hora da arrumação, dá vontade de levar tudo, você enfia um monte de coisa na bolsa e quando percebe tá levando coisa demais e que nem vai usar, então é importante sempre ter em mente que deve-se levar apenas o necessário. Mas o que é realmente necessário?

Eu coloquei em mente três fatores para escolher o que levar:

  1. Produtos que uso todos os dias.
  2. Produtos que, se eu perdê-los, não seria tãaaaaaaao horrível assim (porque horrível sempre vai ser, né?).
  3. Produtos práticos e fáceis de usar, pequenos e que não exigem uma munição de pincéis para serem aplicados.

E aí eu montei algo parecido com isto:

 

screenshot.5

 

Rosto:

Bases: Studio Fix da MAC – Não podia faltar. Súper prática, já vem com esponjinha pra aplicação. A última coisa que eu quero em uma viagem é perder tempo me maquiando, e base em pó é rápida e fácil de usar. Maybelline Matte Mousse – Para a noite, estou levando uma base de cobertura maior e que também pode ser aplicada com esponja, minando a presença de qualquer pincel para base na minha nécessaire. Essa base da Maybelline tem um porém, ela é de vidro e pesada. Mas pelo menos é pequena, então dá pra ir junto.

Corretivo: Eu só uso corretivo nas olheiras, então vou levar um da Tracta, aquele com ômega 3, porque ele já vem com aplicador (aquele de esponjinha tipo de gloss), tem excelente cobertura e é bem pequeno, não ocupa espaço algum.

Blush: Um só é o suficiente. Vou levar o Peachykeen da MAC porque é um tom que combina com o dia e a noite, um rosa com fundo pêssego com pouco brilho. Para aplicá-lo, levarei um pincel de blush pequeno, mas macio, que tenho.

 

Olhos:

Um primer é fundamental. Em uma viagem, quando vai se passar o dia todo fora, na rua, ninguém quer ter que ficar lidando com sombra sumindo ou escorrendo nos olhos. Sem contar que maquiagens que vão do dia pra noite são as melhores! Vou levar um paint pot da MAC, que, apesar de vir num potinho de vidro, é bem pequeno.

Sombras: Foi aí que eu mais exagerei. Vou levar um trio da NYX com tons de marrom, tudo matte (pode ser visto aqui), perfeito pra esse tipo de maquiagem que vai do dia pra noite, é só carregar mais no marrom escuro pra ter um olho mais dramático. Levarei também dois duos da Vult, o número 1, que vem com dourado e sombra branca para iluminar, e o 12, dois tons de cinza, um claro e um escuro para fazer um somokey eye pra sair à noite. Também estou levando um duo da Ruby Rose, uma marca baratinha que comprei na Farmácia Crystal por tipo, 5 reais, que vem dois tons de rosa, um mais claro e outro mais queimado. Esse duo tem excelente pigmentação , adorei! Vou levar também um pigmento da NYX, que vem num potinho de plástico pequenininho. Vou levar a cor nude que vai me servir tanto como sombra iluminadora quanto como iluminador pro rosto todo.

Pincel: Escolha um gordinho, macio, mas que não seja muito largo. Estou levando o do Marco Boni porque, como já mencionei aqui, ele faz tudo muito bem: aplica e esfuma numa boa.

Rímel: Estou levando o Phenomen’ eyes da Givenchy porque ele serve tanto para uma maquiagem mais sutil para o dia quanto para a noite .

Delineador: Apenas um lápis é o suficiente. Escolha um bem cremoso que possa ser usado tanto para delinear a linha dos cílios superiores e possa ser esfumado com facilidade, quanto para delinear a linha d’ água.

 

Sobrancelha:

Vou levar o Duo Perfect da Contém 1g porque a embalagem é pequena, vem duas cores de sombra  e um aplicador tudo em um potinho só.

 

Boca:

Um gloss só é o suficiente – leve o seu favorito.

Com relação aos batons, vou levar o que eu mais uso e é o mais coringa, o Hue da MAC, e um mais dramático para usar à noite, aí vou apostar no vermelhão Ruby Woo também da MAC.

Esqueci de colocar na foto um lip balm. Vou levar um só porque sei que chegando lá vou lotar minha bolsa de Carmex e Chapsticks.

 

Simplificar é tudo.

=*

Tania

 

ps: Me desculpem a ausência. Véspera de viagem sem computador é um problema =T

 

6 Comments

Filed under Base, Batom, Blush, Corretivo, Delineador, Gloss, Iluminador, Lip Balm, Nécessaires, Pincéis, Primer, Rímel, Sombra

Batom cor-de-rosa Marcelo Beauty

Eu fiquei um tempão procurando um batom cor-de-rosa que fosse claro e não tivesse cintilância, não sei o que acontece com as marcas de cosméticos brasileiros, parece que é impossível conceber um batom cor-de-rosa que seja matte, que não tenha brilho mesmo. Fora que quando encontramos um nesse tom de rosa, eles são sempre transpantes demais, e funcionam mais como um brilho rosado do que propriamente como um batom cor-de-rosa.

É claro que a MAC me ofereceria milhões de opções de rosas opacos maravilhosos, mas no momento meu orçamento não permitiria pagar tipo R$60,00 por um batom. Então procurei opções mais acessíveis que resolvessem meus problemas. Tentei algumas opções da Maybelline mas nenhum batom que eu vi tinha o tom que eu queria, o mais rosa que achei acabou sendo aquele brilhinho rosado que eu mencionei. Fui na Contém 1g, porque total me empolguei quando vi o catálogo de liquidação deles, tinha um “rosa encantado” que era exatamente a cor que eu queria, e tava tipo R$9,90. Mas óbvio que eu fui em todas as Contém 1g do Rio de Janeiro e em todas a cor que eu queria tinha acabado. Tinha lá um substituto que custava R$29,00, e caia no mesmo problema, era cintilante e meio transparente.

Acabei meio que desistindo… até que um dia desses fui no Centro, na Mania de Beleza (uma lojinha que a gente já mencionou várias vezes porque vende várias marcas de qualidade boa e preço honesto, como Vult, Marco Boni, Marcelo Beauty e Duda Molinos) e encontrei o batom que fiquei tanto tempo procurando! É a cor Charme, do Marcelo Beauty, e o melhor, custou apenas R$9,90!!!

DSC01276

Quase não acreditei, quando cheguei em casa experimentei na boca e achei o resultado sensacional, a cor não é nem um pouco transparente, ele é bem cremosinho, algumas passadas são suficientes para que a cor apareça, fica linda e dura bastante. Ele só não é perfeito mesmo porque tem aquele cheirinho forte de batom, que não é agradável. E eu sei que algumas pessoas não conseguem usar batons com esse cheirinho, mas pra quem não se importa, acho que super vale a pena! Outro probleminha é que ele também não é lá muito hidratante, e os meus lábios são super ressecados, mas antes de passar o batom prefiro passar uma camada de lip balm, e isso super dá conta do recado, os lábios aguentam bem.

DSC01275(1)

Então pra quem estiver no mesmo dilema que eu estive, tai uma boa opção de rosa BBB! =)

Beijos meninas!!

Isabela

11 Comments

Filed under Batom, Resenhas

Batons Mary Kay

Outro dia eu disse que sou fã dos batons da Mary Kay (aqui), então hoje vim aqui mostrar para vocês alguns batons da marca que eu acho tipo lindos. Bom, para início de conversa eu devo dizer que nunca fui fã de batons cintilantes. Gosto é gosto, mas acho a linha entre cintilante e cafona muito tênue. Tenho a mesma sensação com esmaltes, e isso desde menina.

batons mary kay

O Sweet Nectar, o Sunburst e o Tanned (nessa ordem nas fotos) são três batons levemente cintilantes da Mary Kay e eu vou dizer que são absolutamente lindos, as três cores. Super usáveis e básicos o brilho deles dá um up em qualquer maquiagem, e o melhor, tem uma duração bem razoável, componentes que deixam nossa boca hidratada e cheirinho agradável. Aqui eles saem por 28 reais, e não acho caro comparados a outras marcas que tem batons decentes.

As três cores que eu coloquei aqui foram as que eu vi ao vivo, e que garanto que são incríveis mesmo! Ainda mais bonitas ao vivo que em fotos, mas no site vocês podem encontrar outras inúmeras opções que podem ser mais próximas ao gosto pessoal de cada uma, todo mundo sabe que batom é a coisa mais difícil de se indicar, além de ser questão de gosto, algumas cores ficam maravilhosas em algumas pessoas e horríveis em outras. Mas escolhi essas três cores também por combinarem com praticamente qualquer produção, e por caírem bem em qualquer kit de maquiagem! =)

Sobre a Mary Kay, acho que é uma ótima marca, ainda falarei mais sobre ela por aqui, os produtos são de ótima qualidade e tem preços totalmente acessíveis, a base deles, por exemplo, é excelente e custa apenas 35 reais. Mas para comprar é preciso conhecer algum representante da marca, ou dar a sorte de topar com algum por ai, mas se vocês se interessarem e precisarem de uma indicação, conheço algumas pessoas que vendem, então é só me pedir que passo o contato.

Beijos meninas!

Isabela

9 Comments

Filed under Batom

Agradecendo =)

Oi meninas!

Hoje eu vim fazer um post especial, é para agradecer a querida Rita do blog Pimp Your Face Today. Ela fez um post no blog dela pra falar especialmente sobre o nosso blog. Ela entrou aqui, viu, gostou, e elogiou o Vanity Queens lá. É tão bom quando a gente faz alguma coisa legal e é reconhecida pelo trabalho, não é verdade? =)

Fiquei toda boba, até porque os posts dela são super legais, bem elaborados e cheios de conteúdo! Ou seja: a gente respeita muito!!! São coisas assim que fazem a gente ficar animada e se empolgar em escrever sempre mais, todos os dias!

Eu acho incrível esse clima de solidariedade que rola entre os blogs de maquiagem, todo mundo sempre dividindo conhecimento, simplesmente porque é muito legal ver que alguém aprendeu algo com o que a gente escreveu, que a gente fez alguém se sentir mais bonita e mais feliz, e na maioria das vezes ninguém ganha nada por isso.

Então, mais uma vez, brigada Rita! Você fez o meu dia e o da Tania muito feliz! =)

__________________

Amanhã começamos de verdade a preparar novidades MUITO bacanas pro blog! Fiquem atentas! =D

Beijos!

Isabela

7 Comments

Filed under Uncategorized

Como aplicar base?

screenshot.3

Antes de começar a explicar como eu faço e prefiro aplicar a minha base no rosto, tenho que dizer que o modo como você irá aplicá-la vai mudar de acordo com a textura e fórmula da mesma.
Existem vários tipo de base, mas os mais comuns são: base líquida, em pó, em creme e em mousse. Eu não uso o mesmo aplicador para passar diferentes tipo de base, mas isso sou só eu. Vou falar aqui um pouco de como eu faço, mas não existe regra nenhuma. Como sempre, em se tratando de maquiagem, aquilo que nos deixa mais confortável é o melhor pra gente, não credito que exista uma verdade absoluta em termos de aplicação de base no rosto.

screenshot.2
Eu coloquei nesta foto todos os tipos de aplicadores que eu uso e os mais comuns também. Para as bases em pó, vocês já devem saber que eu gosto de usar o meu pincel kabuki. Eu o acho melhor por ser mais gordinho que os outros pincéis de pó comuns, fazendo com que a sua aplicação tenha um efeito mais natural e com maior aproveitamento do produto, uma vez que, por conter mais cerdas, o pincel kabuki consegue aplicar mais produto de uma vez só, deixando a cobertura maior e mais uniforme. Para escolher um bom kabuki é preciso levar em considereção três coisas: a quantidade de cerdas (quanto mais, melhor), a maciez dos pêlos (quanto mais suaves e macios, melhor. Lembre-se que você irá passá-los na pele super fina do seu rosto), e o cabo. A maioria dos picéis kabuki tem o cabo curtinho. Tem gente que não gosta, não se sente confortável e segura, então, neste caso, eu recomendaria um kabuki com o cabo mais longo (é mais difícil de achar, mas existe!).
O segundo pincel da figura é o formato clássico de pincel para aplicação de base. Ele serve para todos os tipos de base, inclusive para a base em pó. Tem gente que adora usar este tipo de pincel com o Studio Fix da MAC, que é uma base em pó compacta. Eu nunca usei, nunca experimentei e nem pretendo, sou muito feliz com o meu kabuki e deixo este tipo de pincel para passar apenas base cremosa ou corretivo em áreas maiores do meu rosto. Mas ele serve para passar base líquida e em mousse também, eu que não gosto muito e prefiro usar os outros tipos de pincel.
Como por exemplo o segundo e terceiro pincéis da figura, estes são os meus preferidos para aplicar base líquida no rosto. Eu não tenho exatamente estes (que são da linha profissional da Sephora), mas tenho uns parecidos. Tenho dois duofibers (esse pincel com os pelinhos brancos em cima) da Coastal Scents que já apareceram neste post, e igual a este pincel gordinho do lado, eu tenho um da Bobbi Brown, que ganhei ao comprar o Shimmer Brick da mesma marca na Brigette’s, que é bem gordinho e arredondado como este. A forma como eu os uso os é bem parecida. Eu coloco um pouco de base em uma paleta (prefiro não pôr em cima da mão porque a pele sempre absorve um pouco do produto), e, com batidinhas, vou depositando um pouco de base nas pontas das cerdas do pincel. Daí, faço da mesma forma no meu rosto, vou dando batidinhas por toda a face até sentir que a base já está começando a secar e a distância entre os pontinhos está mínima. Aí, com movimentos circulares e muito suavemente (aí está o truque do efeito natural e de airbrush), eu vou misturando os pontinhos e distribuindo a base por todo o rosto. Se você tem um duo fiber, o certo é aplicar a sua base apenas com as cerdas brancas, as cerdas escuras servem apenas para dar suporte às brancas, as verdadeiras trabalhadoras nesta tarefa. Ou seja, não faça força! Não é necessário esfregar o pincel no rosto para aplicar a base, ela vai aderindo aos poucos à sua pele, desde os pontinhos até os movimentos circulares. Gosto muito deste tipo de aplicação, na minha opinião é a que dá um efeito mais natural e impecável!
Por último, temos as esponjas. Elas são a forma mais clássica de aplicar base no rosto. Eu não costumo usá-las por duas razões: consomem e desperdiçam muito produto; e porque elas não são higiênicas, é necessário jogar fora após cada aplicação, não é legal guardar uma esponja suja de base e suor na sua gaveta, provocando o surgimento de fungos e bactérias.
No entanto, eu adoro usar esponja para aplicar base em creme e principalmente em mousse. Tenho a base em mousse da Maybelline e a forma que eu mais gostei de aplicá-la, com o melhor resultado, foi com a esponja. O pincel de base normal não consegue pegar muita base pois esta não gruda no pincel. O duo fiber é bom, mas dá muito trabalho porque ele também não consegue pegar muito produto de uma vez só, fazendo com que sua aplicação seja muita mais demorada. O problema com a esponja é que é preciso ter cuidado pra não ficar com muita cara de maquiada, de que passou muita base no rosto. De pouquinho em pouquinho vou atingindo a cobertura desejada.
Eu coloquei na figura um outro tipo de esponja também, a Beauty Blender, que é esta rosinha em formato de gota. Ela é ótima para passar a base em cantinhos como em volta do nariz ou embaixo dos olhos. Não acho que seja algo super necessário e tal, mas que é legal, é =D
Você também pode lavar as suas esponjas. As que vêm com o Studio Fix, por exemplo, se eu usá-las com a base em mousse, lavo logo em seguida, da mesma forma como faço com os meus pincéis, e deixo secar de um dia para o outro. É claro que elas não têm a mesma duração que um pincel, depois de umas 3 ou 5 lavagens, eu as jogo fora.
Então é isso, gente. A dica é a mesma de sempre: experimentar até descobrir do que se gosta mais!
😉

=*
Tania

1 Comment

Filed under Base, Pincéis